Qual médico trata disfunção erétil?

xtrasize funciona mesmo

A disfunção erétil é uma condição tratável na qual o homem não consegue ter relações sexuais.

O motivo é que, mesmo tendo desejo, ele não consegue ter uma ereção e, quando a tem, ela dura por pouco tempo.

Esse problema pode acometer desde rapazes no início da vida sexual até homens idosos e os motivos para ele são distintos em cada faixa de idade.

O que causa disfunção erétil?

Os homens podem desenvolver a disfunção erétil por causas diversas, como o colesterol alto, o fumo, o uso de determinados medicamentos, diabetes, pressão alta e obesidade.

Essas são as causas biológicas e que são mais comuns em homens mais velhos, mas também existem as razões psicológicas para a impotência sexual.

Muitas vezes, os homens mais jovens não conseguem ter uma relação sexual porque já tiveram algum episódio isolado de impotência e ficaram traumatizados.

Mais uma razão pode ser a ansiedade para agradar quem está com ele e essa pressão pode resultar em uma perda de ereção.

Especialista que cuida de disfunção erétil

Há dois tipos de especialidades que ajudam o homem com disfunção erétil e o primeiro é o urologista.

Esse é um médico que cuida do sistema reprodutor e do sistema urinário, ou seja, ele poderá avaliar se existe alguma causa biológica para a impotência e, se houver, indicará o melhor tratamento.

A segunda especialidade importante nesse tratamento é a psicologia e ela ajuda os pacientes que não têm uma razão física para a condição de impotência.

Apesar de esse ser o seu principal foco, ela também é muito válida para homens com doenças que afetam a vida sexual: às vezes, o tratamento farmacológico não é suficiente porque a autoestima fica abalada.

Como o homem sabe que tem disfunção erétil?

Cabe dizer que nem todos os casos de impotência são parte de um quadro de disfunção erétil.

A impotência significa que o homem não teve a capacidade, naquele momento, de ter uma relação sexual: o problema é quando esses “momentos” acontecem regularmente.

Não conseguir desenvolver uma relação sexual eventualmente é comum: pode se tratar do estresse do dia a dia, de algum problema emocional, do cansaço, do consumo de drogas ou de álcool, etc.

Todavia, quando o homem tem uma dificuldade frequente em fazer sexo existe um quadro de disfunção erétil.

Tratamentos para disfunção erétil

Em primeiro lugar, o possível problema de saúde que o indivíduo tenha deve ser controlado: caso contrário, não adiantará ingerir medicamentos para a potência sexual.

Sobre os tratamentos para a disfunção erétil, é claro que os comprimidos estimulantes são os primeiros que vêm à mente. Um exemplo é o xtrasize funciona mesmo. Porém, há injeções com o mesmo efeito e que podem oferecer resposta a estímulos por 36 horas.

Em alguns casos, os urologistas podem recomendar uma prótese peniana, havendo disponível a inflável, a maleável e a articulável.

O uso desse tratamento costuma acontecer quando o paciente não consegue manter a rigidez do pênis, mesmo que com outros tratamentos, ou quando seu órgão sexual perdeu tamanho.

Alternativas para controlar a disfunção erétil

Como foi apresentando anteriormente, existem diferentes maneiras para realizar o tratamento de disfunção erétil. Um dos métodos que tem sido regularmente procurado pelos homens são as cápsulas.

Atualmente, existem diversas opções no mercado que são atribuídas a referências positivas. É possível citar alguns exemplos como xtrasize, Power Blue, Erectill, Maca X Power, entre outras alternativas.

Neste vídeo você pode conferir um depoimento falando sobre as vantagens proporcionadas pelo estimulante Xtrasize.

Posted on