Se você deseja desenhar rostos, então o metodo fanart é a melhor opção.

Desenhar rostos, dependendo do estilo que você vai utilizar, pode ser uma das tarefas mais difíceis caso não haja um preparo adequado.

Os benefícios principais de utilizar o método fanart são: a forma objetiva de desenhar e a maneira simples de explicar assuntos que podem se tornar complexos.

Quanto mais simples for um curso como esse melhor será o resultado final, não é mesmo?! Atingir o objetivo de desenhar rostos com perfeição não é uma tarefa fácil, por isso vamos falar ainda mais sobre dicas para desenhá-los e dicas extras.

Continue lendo esse texto para saber mais sobre tudo que for relacionado ao método fanart.

Anatomia do rosto

Aprender sobre a anatomia do rosto é fundamental para desenhos mais expressivos e mais próximos da realidade. Os exercícios sobre essa parte de desenho vão desde os mais simples até os mais complexos.

É preciso seguir a simetria correta para que o seu desenho fique muito semelhante ao que você pretende “copiar”. É claro que você também poderá desenvolver os seus próprios personagens, criar pessoas (que você nunca viu) misturando elementos e muito mais. Tudo isso será ensinado no curso fanart.

Defina o ângulo

Definir o ângulo do rosto é necessário para que o desenho fique igual ao que você vê na imagem. Se você estiver no começo, o mais importante é começar com o rosto de frente, sem ângulos complexos.

No curso fanart  você aprenderá cada detalhe que você precisa entender para poder começar a fazer desenhos realísticos.  Se você quer saber ainda mais acesse agora o curso e dê um passo gigantesco na sua arte.

Primeira dica: faça o contorno

O primeiro passo para fazer um belo desenho do rosto é criando um contorno mais próximo da realidade do que você tem em mente. Então, preste bastante atenção nessa parte.

Começar corretamente vai evitar borrões, refazer o desenho e muitos outros problemas que poderão surgir. Novamente, preste bem a atenção.

Segunda dica: faça as linhas divisórias

As linhas divisórias servem para ajudar a manter a proporcionalidade do desenho. Por isso, é de suma importância traçar uma linha vertical e horizontal.

Inicie traçando essas duas. Depois, você poderá adicionar mais linhas para outras partes.

Terceira dica: comece pelo nariz

É preciso que você faça mais uma  linha horizontal abaixo da que foi feita. Não pode ser muito próxima de onde será a boca.

Depois é só esboçar um nariz com a divisão vertical como a separação para o nariz ficar proporcional.

Quarta dica: a boca

Após o nariz você poderá fazer a boca. O tamanho dela é fundamental para que você consiga fazer um belo desenho.

Será preciso adicionar um novo traço horizontal para começar a fazer o esboço dela.

Podemos concluir que fazer rostos não é uma tarefa das mais simples, porém, é totalmente possível entender os processos assim que você repeti-los.

Se você gostou desse artigo, compartilhe com os seus amigos. Ajude mais pessoas a entenderem o processo da construção de um desenho.