Sabemos que todos os casais que se conhecem são formados por duas pessoas que são diferentes uma da outra, certo? Certo! Porém, não contamos com um código de etiqueta, um versículo da bíblia e também não existe uma cartilha para seguir quando o assunto é relacionamento. Porém, mesmo com todas as diferenças que sabemos que temos, vale a pena lembrar que é possível estabelecer uma cartilha de etiqueta no relacionamento.

Quando o assunto são novos amores ou relacionamentos parece que essas regrinhas ou esse combinado de boa etiqueta nos ajudam ainda mais. “Claro que não existe nenhum contrato ou nada formalizado. Porém é possível notar que o comportamento das pessoas muda! Elas passam a se comportar de maneira menos natural, mais robotizada, pois ficam preocupadas com a opinião do outro. Isso acaba atrapalhando o casal.” A dica é tentar manter a calma e não exagerar logo no começo, você também pode saber mais sobre Max potent funciona.

No início de qualquer relacionamento as pessoas querem se mostrar mais seguras, decididas e menos modéstias. Isso atrapalha, porque na verdade algumas pessoas acabam escondendo quem realmente são e isso faz mal para a saúde do relacionamento. Pense como é chato se envolver com alguém perfeito, que nunca erra. Quando as mulheres se comportam dessa forma fazem também com que os homens se sintam mais seguros e mais donos de si, isso prejudica a relação, fazendo com que existam conflitos desnecessários. É preciso que em um relação os dois desempenhem seus papeis de maneiras igualitárias, ninguém tem que tentar ser mais do que o outro.

No sexo acontece a mesma coisa, as meninas tentam se comportar de forma mais incisiva, querem se mostrar mais poderosas e resolvidas, algumas por medo de não ser corretamente interpretadas acabam topando “fazer de tudo” na hora do sexo. Conforme a relação vai avançando esse tipo de comportamento acaba fazendo com que elas se tornem pessoas mais inseguras, tristes e insatisfeitas com seus relacionamentos.

Muitas mulheres relatam que tem medo de perder seus parceiros e que isso faça com que eles não voltem mais. Ou seja, muitas mulheres se submetem a coisas que não gostariam de fazer por insegurança de não agradar. Preferem não correr o risco de ficarem sozinhas.

Antigamente as mulheres insistiam em ter um pensamento semelhante, ou seja, faziam as coisas baseadas em agradar seus parceiros, visto que tinham receio de serem deixadas de lado. Com a mudança do comportamento e dos tempos as coisas já deveriam ter mudado, correto? Porém, ainda em 2019 algumas mulheres continuam sendo submissas e aceitando qualquer coisa na hora do sexo para agradar seus parceiros.

Em alguns relacionamentos o sexo não é assunto entre as duas pessoas do casal. Para algumas mulheres relação sexual virou tabu, ou seja, elas não falam sobre isso e fingem que está tudo bem. Algumas delas tem medo de conversar com seus parceiros sobre coisas que desagradam durante o sexo. E você? Há quanto tempo faz coisas que não gosta para agradar seu parceiro ou sua parceira? Vocês costumam conversar sobre sexo no dia a dia ou isso já virou um grande tabu entre vocês dois. Não deixe de nos contar nos comentários.